(51) 3019-0115

abensur@abensur.com.br

Facebook Abensur
Contratação de seguros de automóveis pela classe C chega a 41,3% em 2011

SÃO PAULO - A contratação de seguros de veículos por representantes da classe C chegou a 41,3% em 2011.

Entre 2008 e 2011, o consumo do serviço cresceu 40%, tornando esta parcela da sociedade a maior consumidora de seguros automotivos, de acordo com o levantamento realizado pela Experian Marketing Services, divulgado nesta quinta-feira (17).

Por dentro da classe C
De acordo com a classificação do Mosaic Brasil, feita pela Experian, o principal grupo da classe C a consumir seguros automotivos foi o de Aspirantes Sociais, responsável por 22,5% dos seguros realizadosem 2011. Este subgrupo é formado com idade média de 41 anos e com renda média mensal de R$ 1.620,00.

Em relação ao consumo de seguros para automóveis entre 2008 e 2011 pelo grupo Periferia Jovem, formada por pessoas com renda mensal de R$ 950 e idade média de 32 anos. O consumo deste grupo passou de 4,1% para 9,8% em três anos.

Outro perfil avaliado é o Brasil Rural, que representam 16,05% do total da população brasileira com idade média de 42 anos e renda média mensal de R$ 960. O grupo era responsável por 4% dos seguros auto no País em 2008, percentual que subiu para 9% em 2011.

Os menores percentuais observados pela pesquisa foram entre os grupos Envelhecendo no Interior (1,3%) e Aposentadoria Tranquila (2,2%).

“O novo mercado consumidor de seguros auto, composto por grupos em ascensão social, passa a ser o foco das empresas, que agora buscam melhorar a comunicação e interação com essa população. Nesse novo relacionamento que se estabelece, há uma ampla possibilidade de diversificação de ofertas segmentadas. Assim, entender que é este novo público é fundamental para o crescimento dos negócios das seguradoras”, afirma o presidente de Marketing Services da Serasa Experian e Experian América Latina, Juliano Marcílio.

Ricos, mas com menor participação
Entre as classes mais altas, no período de três anos, houve queda no percentual de participação delas.

Os Ricos, Sofisticados e Influentes tiveram sua participação nos seguros de automóveis reduzida de 15,1% para 7,9% entre 2008 e 2011, enquanto os Prósperos Moradores Urbanos tiveram queda de 22,8% para 15,1%. Já entre os Empreendedores e Comerciantes, a queda foi de 16,2% para 14,1%.

Segundo o estudo, estes segmentos de renda mais elevada da sociedade, que historicamente tiveram quase que exclusivo das seguradoras, passaram a disputar a atenção das empresas com o novo mercado consumidor.

Fonte: Site InfoMoney
Rua Felipe de Oliveira, 271 – CEP: 90630-000 – Porto Alegre – RS / Brasil
Fone (51) 3019-0115
goInternext
Para dificuldades na visualização do site, por favor verifique as últimas atualizações do seu navegador (browser).